Maracujinado

Desde a semana passada fiquei impossibilitado de escrever algo decente legal para hoje e com isso pedi ajuda à minha irmã e ela presenteou-me com maravilhosas palavras…
Faço das palavras dela as minhas!
Segue o texto abaixo relacionado à tirinha de hoje!

Ser calmo ou ter paciência?

Dizem que até as pessoas calmas têm problemas para encarar e aceitar os fatos como são e que, vez ou outra, pedem que a paciência perdida retorne. Se até os calmos clamam por paciência, quem sou eu para reconhecer minha própria falta de paz+ciência?
Diante disso pude compreender que ser, estar, ficar ou permanecer calmo nada tem a ver com a paciência que, como muitos sabem, assemelha-se mais a um exercício que a uma virtude propriamente dita.
Você se considera uma pessoa calma, paciente ou simplesmente tolerante?
Enquanto a auto-análise é feita, passemos à análise da situação de nosso amigo maracujá que, ao afirmar que estava calmo, acabou tendo um acesso de intolerância e perdeu o controle, descontando toda sua fúria em um coleguinha sem noção que queria “colaborar”, auxiliando-o a resgatar a paciência perdida. Como ninguém perde o que nunca teve, o maracujá acabou “estourando”, extravasando e liberando tudo o que tentava reprimir até então…
Não sei se você acompanhou meu raciocínio e, para ser sincero, não sei se você teve paciência o bastante para ler isso daqui, mas enquanto dias mais calmos não chegam, concordo com Lenine e sigo cantando, pedindo “um pouco mais de paciência”…
Afinal, “a vida não pára”!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: